Páginas

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Encontro


Um misto de vinho e alma num teor alcoólico agradável que o permitia transferir-se para o paraíso dos que buscam a felicidade.Suas vestes limpas e normais não deixavam transparecer em suas entranhas o pó e a fuligem das calçadas por ele andadas.Lindas eram as tardes e ainda mais maravilhosas as noites por ele tão esperadas.Diante dos olhos urbanos, escondidos por detrás das estruturas metálicas, tentava seus instintos pecaminosos disfarçar.Grandes são os homens, grandes são as mulheres, os poetas e as poesias escritas por suas amadas.Em meio a fumaça sua aparição era sempre esperada, mesmo por aqueles que suas atitudes recriminavam.Era alento, assunto e motivo de estórias criadas.Mas como disse...Grandes são os homens, grandes são as mulheres e inúmeros são os dedos das mãos não calejadas.


Ayahuasca

2 comentários:

Patricia disse...

Grande é o Aya, cheio dessa sensibilidade tão bonita... :)

Patricia (já num teor alcoólico agradável tb! rsrsrs)

Anônimo disse...

ARRRGGHHHHHH... CUSPE... Ta feito...